16 de jun de 2009

Desencontro




Guardei uma carta tua
Achei-a um dia desses,
Entre fotos antigas
E pétalas de rosas secas
Reli tuas palavras,
Idéias concatenadas
Em rimas
Que hoje em dia,
São pobres e sem sentido
Fomos apenas mais um erro
do atrapalhado cupido.

2 comentários:

shmally disse...

eh muito bom te reencontrar!

me senti uma velha amiga que volta de viagem anos depois e encontra a outra casada e com dois filhos pequenos..
eh um prazer reve-la queria miss ana!
sabe que eu prezo muito pela nossa amizade!

grande beijo

Solin disse...

oi, vi seu blog a partir de uma citação no O lado ana.
Lindo viu..