27 de ago de 2009

Sweet Night




Ele pagou a conta e saíram, brilho no olho, sorriso no rosto e uma noite toda pela frente. Pararam num desses lugares onde namorados com carros vão, nada de especial além da lua minguante sorrindo iluminada e ainda assim toda aquela vontade de beijar enquanto houvesse mundo.
Ela afagou-lhe o cabelo como se fizesse aquilo desde de sempre enquanto ele a puxava pela cintura quebrando o ritmo dos dedos entre os fios. Beijos, sussurros, desejo e todos aqueles movimentos conhecidos de conquista. Calor, o vidro fumê embaçado e tudo seguindo como deveria ser.
No vidro formavam-se gotículas de vapor, e ar dentro do veículo tinha aquele jeito de sexta a noite, mas era terça-feira 22:45 e os gatos ainda não eram pardos. A lua minguante minguava todas as possibilidades, espera aí, calma, e mesmo assim eles continuaram naquele esforço bobo de brigar contra todos os sinais que diziam parem.
Ele havia pagado a conta, e ela desenhou toda uma noite de carinho, açúcar de confeiteiro e suspiros. Surreal talvez mas aqueles olhos castanhos a inspiravam e ela imaginava que seria doce. Surpresa. Beijos, sussurros, desejo e todos aqueles movimentos conhecidos de conquista. Brilho apagado, nada de amor dourado derretendo-se na boca.

29 comentários:

qvale4 disse...

muy buen blog !!! saludos desde argentina

Thay disse...

Quee lindo, gostei do seeu blog!
Se puder passe no meu blog tambem

Blog do disse...

Nossa muito lindo, fiquei na dúvida se foi só ficção mesmo ou se isso aconteceu, com uma riqueza de detalhes maravilhosos.

Gostei da criatividade.

iti disse...

gostei das palavras...
bacana o blog
http://www.maquinazero.com.br/

Felipe disse...

Realmente... Os detalhes são impressionantes! Muito bom o texto!

http://cerebro-musical.blogspot.com

Felipe Santos e Camila Alvarez disse...

meio louco seu texto não?
outra realidae...outro plano...
imagino que sejam seus sonhos...
sem pé e nem cabeça, mas contextualizado de uma forma que constroem uma história...
gostei bastante

Aloha
http://surfinsantoss.blogspot.com/

Vivica disse...

Gostei do teu conto. Primeiro pelo tema, segundo pela objetividade do texto!

Beijos

seuvicio disse...

Pensei q ele ia trocer o braço dela e dar pancada até gozar, pq é desses caras q só tem tesão vendo sangue.

Fabíola Oliveira disse...

Gostei da narrativa. Super bem feita e muuuuuuuuuuuuuito linda. De coração, gostei muuuuuuuuuuuuuuuuuito.

Lucas disse...

Como as chances de tu levar um calote do mundo drgoado eram altas, ignorei-o e vim comentar aqui. Caloteiro não tem vez, HÁ!

Sobre teu post:

Interessante o texto, viajei legal nele (e continuo viajando, imaginando os dois)... Mas como assim nada de amor? a melhor parte! que sem graça u_u

Ele até foi um cavalheiro e pagou a conta :( só porque não era sexta-feira o.ó

EHEUHEUHEUHEUHE

Enfim... Só pra constar, sou do www.dominiomarinho.wordpress.com
Mas o blogger tá de frescura com o openID

Publicidade Esportiva disse...

Estou muito emocionado com a narrativa, muito linda...
beijusssssssssssss
http://publicidadesportiva.blogspot.com/

Rafa disse...

qd vi a imagem lembrei de uma musica chamada balinha colorida, rs, muito bom o texto viu!

J. C. David e disse...

gostei dos detalhes..

hum..mas gostei mesmo das ideias que o post me deu..kkkkk

FabioZen disse...

Mais um ótimo,texto,muita sensibilidade para escrever.Parabéns!

Sik SantoS disse...

poutz , amei. tive que ler duas vezes pra entender.. hihi, mas amei.

Fabíola Oliveira disse...

é que esses textos são uma continuação um do outro, amor. Ademais que quando escrevo a primeira parte, o blog não põe mais na ordem. Então, a que era a primeira, quando escrevo a próxima parte, passa sempre a ser a última, entende. Tenho contos mais leves também e tenho esses que são mais punks. Até porque, se você bem notou, é um conto do ponto de vista de um homem. Então, para conferir mais naturalidade ao texto, maior veracidade, faz-se necessário que ele seja assim. Entende, amor? beijos..

Cão Pelado disse...

Excelente texto...é real?

Passa lá e comenta tb:
http://caopelado.blogspot.com/

30 e poucos anos. disse...

Cheio de sentimento ... o amor nos faz ficar em harmonia e tudo fica fácil.

Karina Kate disse...

Trés bien. Un petit avec l'amour c'est magnifique pour toi.

luiz scalercio disse...

bellissimo tema prbns
seu blog .

mushroomblues disse...

isso que chamo de habilidade para com as palavras, um texto um tanto quando lado B! muito bom, gostei da forma como foi escrito, sorte ae no blog...

http://mushroomsblues.blogspot.com/

visitemongohelson disse...

Tadinha! Mas é assim mesmo, um doce pode ficar por um bom tempo na sua boca, mas uma hora ele acaba! Infelizmente acabou rápido o dela!

Marie disse...

Escreves bem!

i'm a sugar freak

Vini e Carol disse...

Muito legal!
Ele faz a parte dele, e ela faz a dela.
Na maioria dos encontros é assim! rs.

Beijos,

Wander Veroni disse...

Opa! Que bonito esse texto, viu! Parabéns pela forma clara e objetiva que escreve. Ah, como é bom estar apaixonado...hehehe...a vida fica mais doce...rs.

Abraço

maria disse...

aii adoooorei *-*
lindo, parabens, vc escreve muito bem!
vou te seguir, passa no meu e segue ?
Cara, adorei tudo!
Beijos!

http://www.nadaaverpontocom.blogspot.com/

Rubra disse...

Um momento [ou uma ideia] e uma sensibilidade enorme pra colocar isso no papel! Me encantei!
iqueza de detalhes, tema bem colocado, a imaginação flui quando leio...
Parabéns Vi, vou voltar ;)

Luh disse...

Uis muito bom o texto.

Guilherme Lombardi disse...

muito boa narrativa, cheia de detalhes.